Artigo

Nota de pesar – Irmã Maria dos Anjos

“Combati o bom combate, completei a minha carreira, guardei a fé." (2Tm 4,7)

Com imenso pesar, a Igreja Particular de Guarabira recebeu a notícia do falecimento da Irmã Maria dos Anjos, Franciscana de Dillingen. Desse modo, expressa suas condolências à Congregação Franciscana de Dillingen, à família e aos amigos.

Irmã Maria dos Anjos Gonçalves Diniz, nasceu no dia 02 de agosto de 1941, em Catolé do Rocha - PB. Após os estudos básicos nas escolas públicas, fez o curso Normal Regional (1955-1959) no Colégio das Irmãs Franciscanas de Dillingen, em Catolé do Rocha-PB. A seguir fez o Técnico de Contabilidade (1961 - 1963), numa escola pública de Catolé. No dia 12 de fevereiro de 1966 ingressou na Congregação das Irmãs Franciscanas de Dillingen. Como membro desta Congregação foi professora no Colégio de Catolé e no Colégio Santa Rita de Areia-PB. Fez licenciatura em Pedagogia, pela Universidade Federal da Paraíba(1976 – 1978). Foi membro do Conselho Permanente da Arquidiocese de Paraíba. Diretora do Colégio Santa Rita (1980 – 1983). Secretária e Tesoureira Provincial. Coordenadora Provincial (janeiro/1999 a janeiro/2002). Diretora do Instituto João XXIII (2005 – 2012). Membro da Coordenação da Forania de Areia, Diocese de Guarabira-PB. Além de trabalhar nas escolas, realizou sua missão em Pequenas Comunidades inseridas no meio popular: periferia de Areia, Paróquia de Desterro, Diocese de Patos-PB, Paróquia de Itatuba, Arquidiocese da Paraíba e Área Pastoral, na sede da Diocese de Iguatú-CE.

A morte da Irmã Maria dos Anjos, enluta a Congregação Franciscana de Dillingen, a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Areia – PB, bem como, toda a Diocese de Guarabira que, em gesto fraterno, erguem preces pelo seu repouso na morada celestial, na certeza de que “a vida dos justos está nas mãos de Deus, e nenhum tormento os atingirá" (Sb 3,1).

Nesse momento de dor, marcado fortemente pela saudade, nos unimos às Irmãs Franciscanas, familiares e aos amigos, acompanhando-os com nossas condolências, suplicando a intercessão da Virgem da Conceição, a mesma Senhora da Luz, nossa mãe, nosso consolo.

"Eu sou a ressurreição e a vida. Todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá" (Jo 11, 25-26)

Guarabira, 01 de Maio de 2022.

Compartilhe:

Conteúdos relacionados: